Resolução nº 01/2019

Disciplina as organizações de associados do Clube Náutico Capibaribe fora da Região Metropolitana do Recife, como forma de estimular e divulgar a instituição, conferindo direitos e deveres. 

Nos termos do art. 32 do Estatuto do Clube Náutico Capibaribe e do art. 38, SS 1 0 e 50 do Regimento, se formula a presente Resolução para disciplinar as chamadas Confrarias Alvirrubras. 

Art. 1º - Entende-se por confrarias a união dos associados e torcedores do Clube Náutico Capibaribe, fora da Região Metropolitana do Recife, como forma de representação e divulgação da instituição, contribuindo para ampliação da sua torcida e associados. 

§ 1º As confrarias dentro do Estado de Pernambuco deverão representar os associados de determinado município, em outros estados representarão os associados de toda a unidade federativa e em outros países de todo o respectivo território. 

§ 2º Para criação da confraria, os associados devem formalizar junto ao Conselho Deliberativo, pessoalmente ou por via eletrônica, o pedido que será analisado pela comissão de legislação e justiça que apresentará parecer para deliberação do Plenário. 

Art. 2º Para se requerer a criação da confraria será necessária, no mínimo, a reunião de dez associados adimplentes ao Clube Náutico Capibaribe dentro dos respectivos territórios, previstos no § 1º do Art. 1º

 § 1º No requerimento se deve mencionar os dados pessoais, endereço e correio eletrônico dos requerentes, bem como se destacar os dois representantes das confrarias perante o Clube Náutico Capibaribe. 

§ 2º Caso já exista uma confraria informal, é necessário mencionar o nome utilizado e o tempo de atuação, se possuem sede própria ou se reúnem em local determinado. 

§ 3º Os coordenadores terão um mandato de dois anos, podendo ser reconduzido livremente a outros períodos, submetido à aprovação dos demais confrades. 

§ 4º Uma vez escolhido os coordenadores, o Conselho Deliberativo deverá ser informado para certificar a escolha e o tempo de mandato. 

Art. 3º São atribuições das confrarias: 

I - serem os representantes do Clube Náutico Capibaribe, sem caráter legal, em suas respectivas regiões, devendo atentar para o que prescreve o seu estatuto; 

II - divulgar os símbolos, as cores e as tradições do Clube Náutico Capibaribe, acompanhar as diversas atividades desportivas da instituição que venham a ocorrer no âmbito dos seus territórios; 

III - promover e estimular novas associações ao Clube Náutico Capibaribe,

IV - estimular a aproximação entre a comunidade alvirrubra e o Clube Náutico Capibaribe; 

V - zelar pela imagem e o bom nome do Clube Náutico Capibaribe; 

VI - manter atualizado o cadastro de torcedores alvirrubros da confraria, como também facilitar a adesão ao rol de associados do Clube Náutico Capibaribe; 

VII - organizar viagens para assistir aos jogos do Clube Náutico Capibaribe; 

VIII - enviar anualmente, até 30 de janeiro de cada ano, relatório de suas atividades ao Conselho Deliberativo. 

Art. 4º - As confrarias poderão ter nome fantasia alusivos à tradição local e ao Clube Náutico Capibaribe honrando sua história, bem como poderá ter o nome do local a qual representa. 

Art. 5º Todos os associados membros das confrarias terão direito a dois ingressos gratuitos anuais em partidas do futebol profissional quando o Náutico for mandante. 

Parágrafo único. No caso de jogos de futebol profissional do Náutico no respectivo território da confraria, os seus membros serão recebidos pela delegação e serão disponibilizados ingressos, caso haja disponibilidade. 

Art. 6º 0 Clube Náutico Capibaribe, especialmente por meio da sua diretoria executiva, deverá: 

I - divulgar em seu sítio na internet, bem como em suas redes sociais a existência das confrarias, bem como as ações por elas desenvolvidas 

II -  fornecer certificado, bandeiras, brindes e outros materiais, além de açöes que estimulem o desenvolvimento das confrarias e a criação de novas; 

III - acompanhar e fiscalizar as ações das confrarias que devem seguir o que prescreve o Estatuto e a presente resolução. 

Art. 70 - É vedado expressamente qualquer tipo de vocabulário ou imagem que possa denegrir o Clube Náutico Capibaribe, mantendo sempre o zelo pelo bem comum. 

 

Artigo 8º Os casos omissos neste regimento serão analisados e decididos pelo Conselho Deliberativo, obedecidas às normas estatutárias e regimentais. 

Artigo 9º - A presente resolução entra em vigor na data da sua divulgação no sítio do Clube Náutico Capibaribe na internet. 

Recife, 20 junho de 2019. 

 

Gustavo Henrique Vasconcelos Ventura

Presidente do Conselho Deliberativo do Náutico

Patrícia Santiago 

Conselheira Relatora.